quarta-feira, 25 de abril de 2012

OVNIS NOS CEUS DA RUSSIA



Durante 3 dias seguidos, em 9, 10 e 11 de Abril de 2012, foram observados sobre a 2ª cidade mais populosa da Russia (San Petersburgo) vários OVNIs que surpreenderam 5 milhões de habitantes que não ficaram convencidos com as explicações dadas pelos militares de que seriam exercícos de combate com aviões Mig a determinada altitude, escondendo outra realidade que os midia exploram sem saber tirar nenhuma conclusão. O facto é que o acontecimento insólito mereceu destaque nos noticiários televisivos e titulos de 1ª página nos jornais nacionais. Veja o video acima e tire a sua conclusão!

Rui Palmela

10 comentários:

Anônimo disse...

nossa pessoal adorei o video ..tb acho q são verdadeiros...tenho certeza q são ovnis...mas ninguem acredita né!! isso a é duro!!
mas eu falo p todos q dizem q sou loka...um dia todos verão..dai sim eu quero ouvir todos dizerem q eu estava certa...fiquem com deus beijos

Anônimo disse...

Amigo e Irmão Rui Palmela.

As evidências falam por sí só e quaisquer tentavivas de negá-las são simplesmente ridículas.

Agora, dia 27 do corrente a NASA divulga foto de uma Nave próxima ao sol e a US Marine nega que seja uma Nave. Certamente eles mandaram um submarino para investigar, EH,EH.


Grande abraço.

Romão Casals disse...

Estas entidades presentes na realidade activa em toda a história da humanidade, pretendem causar a perplexidade e geralmente fomentam o medo, conseguindo com relativa facilidade invadir e influenciar as mentes das pessoas a fim de sugerirem falsas doutrinas.

Eles não se identificam, geram a controvérsia, alimentam-se da ansiedade dos tempos e promovem o desespero, têm grande interesse na complexidade humana, desejam ser incorporados na carne, tal como o conseguiram num outro tempo.

“Neles vivíeis outrora, conforme a índole deste mundo, conforme o Príncipe do poder do ar, o espírito que agora opera nos filhos da desobediência. “ (Efésios 2.2)

São seres espirituais, tendo personalidade e conhecimento sobre Deus e os homens, a intenção destes demónios imundos é manter afastadas as pessoas da presença de Deus para que possam então fazer as perversas vontades do mundo.

São, com efeito, anjos caídos que realizam prodígios para iludir os homens desviando-os da verdade de Cristo. Tais criaturas são narradas com incrível exactidão nos 73 livros que designam o Cânone Bíblico, surgem intensamente descritas onde de forma pragmática se obtém um vislumbre da sua real existência.

“Porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes”. (Efésios 6.12)

Rui Palmela disse...

É curiosa a interpretação que vc faz das presenças intra ou extraterrestes nos céus do nosso Planeta, caro Romão Casals, mas minha opinião sobre esses avistamentos ovniológicos nada têm a ver com “entidades espirituais” tenebrosas ou “demónios imundos” que vc se apressa em classificar buscando na Bíblia frases que sustentem a sua tese como verdade.

Eu também não penso que tenho o verdadeiro conhecimento, mas tenho a liberdade de pensar e de raciocinar de forma diferente da sua, pois também sou crente em Deus e na Mensagem de Cristo e não vejo essas luzes ou presenças como coisas diabólicas ou “anjos caidos” nos céus do nosso mundo com intenção de causar medo, perplexidade, ou “invadir e influenciar as mentes das pessoas a fim de sugerirem falsas doutrinas”, como vc diz.

De resto, creio mais que se estão preparando para nos ajudar nos tempos difíceis que se aproximam e muitas mensagens têm sido recebidas (telepática e espiritualmente) nesse sentido. A questão é uns acreditarem nelas e outros não, como parece ser o seu caso. Deus concedeu a todos a mesma capacidade de pensar e raciocinar, mas muitos deixaram de o fazer há muito tempo e até têm receio de contrariar o pensamento religioso dominante de vários séculos como se fosse uma heresia ou fossem castigados pela sua ousadia.

Enfim, querido amigo Romão, pessoalmente creio mais que esses seres têm as melhores intenções e vão dando sinais de sua presença para que entendamos que está chegando o tempo de estarmos preparados para acontecimentos há muito profetizados e decerto muitos se maravilharão enquanto outros pasmarão, como está escrito.

Já agora gostaria de saber o que vc pensa dos “Crop Circles” que têm sido desenhados nos campos de trigo de vários paises do Mundo e estão sendo decifrados por estudiosos do assunto que vão fazendo interpretações muito interessantes. Será que também acha que são “espíritos imundos” que estão fazendo tudo isso para nos enganar e afastar dos caminhos da Luz?

Fica aqui a minha interrogação.

Romão Casals disse...

Amigo Rui,

De facto dizes a verdade, longe vai o tempo em que muitos deixaram de raciocinar com receio de contrariar o pensamento herege tragicamente desprovido da verdade. Conferes consistência na tua afirmação dando ênfase com as palavras do profeta Jeremias, mas esqueces de as inserir no contexto da terrível profecia.

Apesar das advertências do profeta, o julgamento de Deus realiza-se através da invasão de um desconhecido difícil de ser definido. Começa a grande angústia de Jeremias por ter que anunciar a destruição, tem início a invasão e Jeremias tem pesadelos que prevêem a destruição, ele vê a escuridão e o vazio do qual até a própria natureza apresenta temor.

O livro profético de Jeremias traz-nos um real vislumbre do insano mundo em que vivemos, o poder representado pela besta e a repugnante mentira que semeia o culto à perplexidade, a permissão para que a cobiça do sionismo vingue pela forma mais obscena.

Aqui ficam algumas passagens entre as quais se encontra a tua pertinente citação:

Se te queres converter, Israel, volta para mim, se afastares da minha face as tuas abominações, não andarás errante. (Jeremias 4.1)

Circuncidai-vos para o Senhor, cortai a maldade dos vossos corações, homens de Judá e habitantes de Jerusalém, para que não se converta em fogo a minha cólera e arda e não haja quem o apague, por causa da perversidade das vossas obras. (Jeremias 4.4)

Pois, naquele dia, o coração do rei e o vigor dos chefes desfalecerá, os sacerdotes serão possuídos de terror e os profetas de espanto. (Jeremias 4.9)

Ouve, povo ignorante e insensato. Vós que tendes olhos e não vedes, ouvidos e não ouvis. (Jeremias 5.21)

Os profetas profetizaram com mentira, os sacerdotes aplaudiam, batendo as palmas, e o meu povo mostrava-se feliz. Que acontecerá, pois, quando chegar o fim? (Jeremias 5.31)

A única ordem que lhes dei foi esta, ouvi a minha voz e eu serei o vosso Deus e vós sereis o meu povo, segui sempre a senda que vos indicar, a fim de que sejais felizes. (jeremias 7.23)

Eles, porém, não me ouviram, não prestaram atenção, seguiram os maus conselhos dos seus corações empedernidos, viraram-me as costas em vez de se voltarem para mim. (jeremias 7.24)

Como podeis dizer, somos sábios, a lei do Senhor está connosco, se a pena mentirosa dos doutores da Lei transformou a lei em mentira? (Jeremias 8.8)

Os sábios serão confundidos, ficarão consternados e cobertos de vergonha, por terem rejeitado a palavra do Senhor. Afinal, que sabedoria é a deles? (Jeremias 8.9)

A sorte está lançada, no meio deste quadro desolador emerge uma prostituta fazendo-se passar por uma mulher honrada que procura agradar, faz acordos com aqueles que a desprezam e estão prestes a destruí-la, mas ela só consegue oferecer a morte.

É esta ousada forma de pensamento inconsequente que me recomendas?

Visto tratar-se de um assunto merecedor de diálogo espontâneo, irei oportunamente transmitir, sem qualquer tipo de controvérsia ou desproposito, um comentário em resposta à tua curiosidade.

Aprecio a tua progressiva filosofia de espírito genuíno.

Abraço…

Rui Palmela disse...

Prezado amigo Romão,

Não aconselho nenhuma forma inconsequente de pensar a ninguém mas sim que cada um utilize sua própria capacidade de raciocínar sem condicionamentos religiosos que impedem as pessoas de o fazerem livremente, não seguindo aquele bom conselho de S.Paulo que dizia: "Analisai tudo e retende o bem" ou o que é excelente.

Só assim podemos adquirir o conhecimento que não se limita à Bíblia e decerto podemos alcançá-lo em inúmeras obras para além dela e que também são valiosas para nosso aperfeiçoamento e entendimento da verdade, aquela que liberta do erro e da ignorância em que vive ainda grande parte (senão a maioria) da Humanidade.

Mas se quiseres limitar nossa conversa aos textos bíblicos para chegar à conclusão se as questões ovniológicas são presenças tenebrosas ou não sobre os céus do nosso mundo, então teremos muitas coisas para falar e referências não vão faltar no Velho Testamento desde aquela em que o próprio Profeta Ezequiel teve experiências com seres do Espaço, tripulantes de Objectos Voadores medonhos que ele definiu numa liguagem própria da época ao longo de todo o capitulo 1, realçando eu a seguinte passagem:

..."E eis que um vento tempestuoso vinha do norte e uma grande nuvem com um fogo a revolver-se e um resplandor ao redor dela, e, no meio, uma coisa como de cor de ambar que saia de entre o fogo"...

Na liguagem actual isto é claramente uma manifestação ovniológica que podemos entender facilmente e direi mesmo que algo semelhante aconteceu em Fátima em 1917 (no mês de Outubro) quando cerca de 80.000 pessoas presenciaram algo naquele dia chuvoso e de céu encoberto que de repente se abriu e surgiu entre as nuvens aquilo que a escritora Fina d'Armada teve acesso em publicações da época tal como a seguir se descreve:

"Chovera a cântaros naquele dia e ainda chuviscava quando, ao entardecer, no instante em que a 'Senhora' se elevava, Lúcia gritava: “Olhem para o sol”! As nuvens se entreabriram e descortinaram o sol. Mas era um sol estranho, achatado, com um contorno bem definido, que mais parecia um imenso disco de prata. Brilhava com uma intensidade jamais vista, mas não ofuscava nem cegava. O disco começou a “bailar” e, qual gigantesca roda de fogo, girava rapidamente. Imobilizou-se por alguns instantes para recomeçar a girar vertiginosamente sobre si mesmo. Suas bordas tornaram-se escarlates e deslizou como um redemoinho, espargindo chamas de fogo.

Jorrava cascatas de luzes verdes, vermelhas, azuis e violetas, de variadas tonalidades, que se reflectiam no solo, nas árvores, nos arbustos, nas roupas e nas próprias faces das pessoas. Animado por um movimento louco, o globo de fogo tremulou e sacudiu antes de precipitar-se em 'zigue-zague' sobre a multidão que, apavorada, esboçou gestos de pânico. Era como se o fim do mundo houvesse chegado. O disco então parou por alguns minutos como se concedesse um intervalo de descanso, para logo em seguida recomeçar os movimentos e emitir luzes flamejantes. Após nova pausa, a dança recomeçou, tão gloriosa, quanto antes. O “milagre do sol” durou um total de 12 minutos, no fim dos quais muitos notaram que suas roupas, encharcadas pela chuva, haviam secado completamente, assim como o chão. O ciclo das aparições terminava".

Enfim, caro amigo, eu creio piamente que as presenças Extraterrestes (longe das interpretações religiosas terrestes) têm acompanhado ao longo do tempo o percurso de evolução dos seres humanos neste Planeta e está chegando o tempo de se manifestarem claramente dando sinais primeiro de sua presença da forma como temos visto, inclusive esses gigantescos Criptogramas nos campos de trigo conhecidos por "Crop Circles" que nenhum governante ainda ousou falar abertamente sobre eles, remetendo-se ao silêncio, para evitar falar do que não sabem ou não querem saber, como de resto muita gente prefere fazer.

Abraço.

Romão Casals disse...

Amigo Rui,

Peço que não julgues incorrectamente a posição que tomo, estou apenas a reclamar o debate alertando para a correta interpretação de um fenómeno que pela desgraça se tem convertido na perdição de toda a alma incrédula, sem compreender o caminho da virtude.

Não me refiro necessariamente a este vídeo que pelo motivo da exposição se corrobora a autenticidade dos supostos extra terrestres, também não pretendo menosprezar ofendendo crenças e desfazer expectativas tão avidamente salvaguardadas.

Em suas cartas, Paulo adverte que a nossa luta é contra as hediondas inteligências cósmicas que odeiam a luz, porque nas trevas encontra-se a sua habitação natural, no abismo da falsidade e do pecado contra o Espírito Santo, o infortúnio da desgraça humana.

Também são descritos como sendo as forças espirituais do mal que operam nas regiões celestes na esfera da realidade invisível, temos que ter em mente que estas entidades não possuem qualquer princípio moral nem código de honra, são totalmente inescrupulosos e implacáveis na procura dos seus desígnios perversos.

Este é o inimigo que por herança divina tem a capacidade natural de se transformar no anjo de luz incorruptível que outrora íntegro na essência primordial, se transforma no ímpio que promove a tragédia, ao que geralmente se é apanhado sem suspeitar do embuste na verdade que é dada a conhecer.

Não devemos imaginar que a perseguição aberta e a tentação declarada são as suas únicas armas, ele prefere a táctica de intimidação para nos seduzir e entrarmos no meio-termo da subtil arrogância, a insinuação presta-se ao logro induzindo o erro.

Ele consegue persuadir-nos da sua inexistência para expor a astucia e sagacidade táctica para o engano engenhoso, a nossa descrença e insensata autoconfiança subestimam quão formidáveis se detêm os nossos inimigos espirituais.

Estai alerta para que a volta do Senhor não nos surpreenda, especialmente por causa da tendência que temos em dormir quando deveríamos estar atentos aos sinais prevalecendo a oração onde se renovam as forças.

Vigiai e orai, Jesus insistiu.

Rui Palmela disse...

Caro amigo Romão, irmão de alma!

Creio que nada acontece no Universo sem a vontade de Deus e tudo obedece a um Plano há muito traçado antes mesmo da existência da vida na Terra e muito antes do homem existir, porquanto só foi criado ao 6º dia da Criação conforme refere a Bíblia.

Acabei de publicar um artigo A BIBLIA E OS EXTRATERRESTES (gostaria que lesses e comentasses) onde tento transmitir algum conhecimento e uma certa Mensagem que me parece importante para os tempos que vivemos em que ainda milhões de pessoas desconhecem a verdade, sejam crentes ou ateus, leigos ou religiosos, ricos ou pobres, cultos ou iletrados.

Creio que tenho sido inspirado por Deus (a quem agradeço a vida de todos os dias) e não pelas “hediondas inteligências” que referes pois essas dominam na terra há muito tempo e não no Cosmos onde seguramente há Mundos cheios de Paz e Harmonia com Humanidades vivendo com Amor e Sabedoria. Aliás, foi mesmo Jesus que disse: “Na Casa do Meu Pai (o Universo) há muitas moradas; se não fosse assim eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar”... (João – 14:2)

Portanto, a visão que tenho da vida no Universo e de outros Seres que nele habitam tal como nós, não se limita aos conceitos religiosos dos que consideram maléficas todas as coisas que não se enquadram nas leituras que fazem das escrituras, servindo estas para todo o género de interpretações que dividem as próprias religiões, cada uma reclamando para si o conhecimento da verdade que infelizmente tem dado origem a tantas lutas sangrentas entre irmãos, em toda a história da Humanidade.

Chegou o tempo de acordar da noite dos tempos e trazer mais luz e claridade à mente das pessoas que têm vivido na obscuridade, afastadas há muito do conhecimento da verdade. E ela está sendo revelada interiormente aos espíritos que a procuram, amigo Romão, disso não tenhas dúvidas, tal como Jesus dizia também que sucederia no fim dos tempos que creio sejam os da Actualidade.

Quanto à questão dos nossos Irmãos do Cosmos, eles certamente estão bem conscientes de sua Missão e se preparam para fazer neste Planeta uma certa Intervenção. Jesus também referiu isso na parte final do seu Sermão, dizendo que todos veriamos o “Filho do homem vir sobre as nuvens do céu com poder e grande glória” e enviaria seus 'Anjos' para colocar ordem aqui na Terra. E todas as nações serão reunidas diante dele, apartando o bem do mal, pois que este não mais prevalecerá sobre aquele numa Nova Era Universal.

Entende como quiseres esta minha dissertação.

Um abraço fraternal e

Pausa para reflexão!

Rui Palmela

http://cidasonhosefantasias.zip.net/ disse...

Boa noite. Algo me trouxe ao seu blog num momento de questionamentos pelo qual estou passando. Estive em Miami semana passada, queria ter ido visitar o Castelo de Coral (Coral Castle), mas o GPS que lá nos States incrivelmente funciona com precisão, não encontrou a rota certa; dirigi, dirigi por mais de 1,30h e quando percebi estava perdida no meio dos Everglades. O GPS mostrava que eu estava navegando na avendida do hotel onde me hospedei,mas o mesmo estava no minimo 40 milhas distante. Quando percebi que estava perdida, decidi fazer o caminho de volta. Ao encontrar uma autovia, dirigi mais 20 minutos pra pedir informações sobre o endereço. A pessoa olhou meu GPS e disse que estava configurado certo e nao compreendeu como me perdi. Você teria alguma explicação? Agradeço,
Cida

Rui Palmela disse...

Amiga Cida,

Penso que aquilo que sucedeu consigo a respeito do GPS poderá estar a acontecer com muita gente nos tempos que correm e muito mais poderá vir a suceder nesse sentido que pode ter a ver com a influência das tempestades solares que estão aumentando e podem afectar os satélites em órbita da Terra, ou então é mais um sinal de que o seu eixo está mudando de posição e os GPS começam a ficar 'baralhados' precisando de ser ajustados com nova informação.


Um abraço.

Related Posts with Thumbnails